MED_La sabrosa gastronomía griega

A gastronomia grega baseia-se na dieta mediterrânea, mas convém destacar que recebeu influências orientais. Na realidade é uma gastronomia mediterrânea que recebeu uma influência muito importante da região dos Bálcãs, Itália e Oriente Médio devido às distintas migrações em épocas de guerra. As matérias-primas e os produtos elaborados nas regiões gregas são os ingredientes essenciais de suas receitas. O zelo e o carinho aplicados à sua culinária caracterizam os sabores tradicionais dessa gastronomia mediterrânea. Os campos gregos, repletos de oliveiras, limoeiros e muitas verduras e hortaliças criam uma paisagem insólita, única e especial que é levada à cozinha conseguindo como resultado uma cozinha grega antiga que utiliza métodos tradicionais de elaboração.

Os gregos preferem a carne ao peixe, embora este seja muito popular sendo servido na chapa, grelhado, frito… nas mil e uma tabernas que contornam a costa. O cordeiro é a carne preferida, não há festa nem cerimônia religiosa onde não haja um bom cordeiro assado, preparado à caçarola e acompanhado de verduras. Os «pilafs» de cordeiro são preparações à base de carne de cordeiro guisado que é colocado no centro de uma coroa de arroz («pilaf»).

A carne moída de vitela ou porco está presente em uma infinidade de pratos para acompanhar as verduras, aromatizados com molho de limão, molho «avgolemono» (mistura de limão e ovo) ou molho de tomate condimentado com coentro, pimenta e cominho. O prato por excelência é a «moussaka», uma lasanha retangular que combina camadas de carne moída com berinjelas gratinada com queijo. O queijo também é muito consumido e apreciado na Grécia, existindo uma grande variedade: feta, kefalotyri, kayseri e mizhitra são alguns dos mais conhecidos.

Se você visitar a Grécia deve saber que existem diferentes tipos de restaurantes, as tavernas abrem ao meio-dia e à tarde permanecendo abertas após a meia-noite onde servem sobretudo “mezedes”, seleção de entradas e peixe vendido por peso, já as psistarias são tabernas especializadas em carne assada e pratos de cordeiro, frango e porco feitos na brasa, enquanto galaktopolias são essencialmente para tomar o café da manhã, beber um café, consumir doces e produtos lácteos. Zaharoplastios são doçarias com serviço de bar. Kafeneios, cafeterias frequentadas sobretudo por homens que são o centro da vida social dos vilarejos. Evidentemente também existem os clássicos restaurantes: há três tipos de pratos principais. Os “mayirefta”, pratos preparados com antecedência; os “tsiroras” assados na grelha, com uma subcategoria “stakarvouna” que significa “na hora” para as carnes na brasa que são servidas imediatamente; e os peixes. É possível escolher entre uma grande variedade de pratos e vinhos havendo muitas categorias e diferentes preços.

 

 

“O grupo IBEROSTAR Hotels & Resorts conta com 2 hotéis na ilha de Creta, de 4 e 5 estrelas e com opção de alojamento em regime Tudo Incluído. Estes hotéis oferecem tudo o que os visitantes buscam durante suas férias na ilha grega: um completo serviço de gastronomia com bares e restaurantes de todos os tipos, um programa de entretenimento que vai do relax de um spa à adrenalina própria de atividades como o esqui aquático, passando por esportes que podem ser praticados nas instalações do hotel, como o tênis.”