CAR_El-paraíso-de-los-amantes-del-buceo

As agradáveis temperaturas da água na República Dominicana, que oscilam de 25°C a 29°C, fazem com que a ilha seja o paraíso para quem gosta de praticar snorkeling e mergulho independentemente da época do ano. A visibilidade debaixo da água é, geralmente, o sonho de um fotógrafo submarino.

A melhor experiência para uns poucos privilegiados consiste em mergulhar com as baleias jubarte na área de Silver Banks, perto da costa norte; já os menos atrevidos podem fazer mergulhos nas colônias de corais, recifes, cânions, paredes naturais, grutas e navios naufragados, alguns reais do século XVI e outros artificiais.

Os especialistas recomendam mergulhar nas províncias de Puerto Plata, Espaillat e María Trinidad Sánchez, em Samaná, na costa norte; e em Boca Chica, Juan Dolio e La Romana, na costa sul além de muitas outras áreas. Mas os reis da região são sem dúvida estes dois: o naufrágio do St George e a caverna Padre Nuestro.

O navio St George foi construído na Escócia em 1962 e durante mais de vinte anos serviu para transportar trigo e cevada entre a Noruega e a América. Este transatlântico de 240 metros de comprimento terminou seus dias abandonado no porto de Santo Domingo. Em 1999 foi afundado na área da Romana, em Bayahibe, com a finalidade de convertê-lo em recife artificial e um lugar de mergulho interessante. E assim foi. O St George alberga uma grande quantidade de espécies de fauna e flora, um cofre de aço no fundo do mar com o melhor e mais colorido dos tesouros. Barracudas, moreias, serras, garoupas e muitas outras espécies nadam entre seu convés e suas hélices, e podem ser contempladas como se estivéssemos passeando por uma alameda. Mas sua riqueza não se limita ao exterior, porque o interior, a sala de máquinas, o arco ou os guinchos de atracação podem ser explorados através de duas aberturas laterais no casco.

Mas se você for um amante do mergulho entre rochedos, seu lugar é a caverna do Padre Nuestro, no Parque Nacional do Leste, onde há um desafiante túnel de 290 m de comprimento só para os mais experientes e com boa forma física. O mergulho começa com uma entrada por terra, onde se destacam suas paredes de estalactites e estalagmites, diferentes camadas de rochas e formações de água salgada e água doce. Perder-se nas histórias dos anos de formação destas impressionantes construções naturais permite ter uma ideia do que vamos encontrar um pouco mais adiante. O passeio termina em umas cordas de segurança que facilitam a descida para começar um mergulho de pouco mais de meia hora que dificilmente alguém poderá esquecer. Mas lembre-se: siga sempre as normas de segurança dos guias e não arrisque mais do que o necessário.

Vocês não se atrevem? ;-)

 

“Os hotéis da IBEROSTAR Hotels & Resorts, na República Dominicana, aproximam o visitante dos recantos mais belos da ilha através de 6 luxuosos complexos situados em Bayahibe, Playa Bávaro e Puerto Plata. Sua excelente localização permite que o cliente percorra a ilha e descubra todos os seus segredos.”