MED_Fogo

Em 1680 uma violenta erupção fez com que ficasse visível um cume a centenas de quilômetros, situado ao redor da metade do Atlântico, que deu nome a uma ilha antigamente conhecida como São Filipe. Assim nasceu o mito do Fogo, uma ilha do arquipélago de Cabo Verde, no grupo de Sotavento, que se ergue a cerca de 3.000 metros acima do nível do mar em seu imponente Pico do Fogo. Quase toda a ilha é um vulcão ativo cuja última erupção ocorreu em 2014. Exibe uma caldeira de 9 km de largura com paredes de um quilômetro de altura. A caldeira tem uma brecha em sua borda oriental, um enorme pico no centro e sua lava alcançou a costa oriental da ilha em épocas históricas.

Ao pé do vulcão encontramos a pequena localidade de Chã das Caldeiras, cujos residentes são evacuados periodicamente quando começam as erupções. Trata-se, juntamente com a cidade de São Filipe, do ponto nevrálgico de uma crescente atividade turística que gira em torno do vulcão como principal atrativo. A ilha, interligada ao resto do país através do Aeródromo de São Filipe e do porto de Vale Cavaleiros, é composta por três municípios: São Filipe, Mosteiros e Santa Catarina do Fogo. Conta com uns 37.000 habitantes e sua economia, além do turismo, baseia-se na agricultura e na pesca tendo no café e no vinho seus produtos mais importantes.

A maior zona de interesse da ilha é o Parque Natural do Fogo que, com uma extensão de 8.469 hectares, alberga a área do vulcão e da caldeira. Suas paisagens lunares escarpadas de cor preta nos permitem descobrir o magnetismo e o misticismo de uma ilha única. Um destino que, além de sua paisagem espetacular, revela uma grande riqueza cultural que se une ao caráter amável e acolhedor de sua população. As plantações, os produtos manufaturados com lava e uma interessante herança folclórica e musical permitem que o visitante conheça a idiossincrasia deste povoado oceânico. A gastronomia cabo-verdiana, por sua parte, apresenta uma interessante mistura de sabores africanos e portugueses. Simples mas de excelente sabor, tem na cachupa, uma espécie de feijoada de milho, bacon e linguiça, seu prato nacional. A alimentação está baseada em peixe, frango, porco, arroz e várias verduras.

Em resumo, a singular orografia da região de Fogo converte o lugar em um destino perfeito para os amantes da aventura e das excursões. A partir da pequena cidade portuária de São Filipe, com seus belos edifícios coloniais, até a praia vulcânica de Salina, tudo nesta ilha é apaixonante. Um lugar onde a natureza demonstra seu poder presenteando-nos com essa incomparável sensação que oscila entre a atração e o medo.

Um dos maiores prazeres oferecidos por Fogo, e que não devemos deixar de experimentar, consiste em desfrutar de deliciosas lagostas grelhadas acompanhadas do reconhecido vinho local.

 

“O hotel IBEROSTAR Club Boa Vista é um resort 5 estrelas em Cabo Verde em regime Tudo Incluído situado às margens da belíssima praia de Chaves, em Cabo Verde. Localizado em uma paisagem de beleza inigualável, este hotel para casais e famílias vai surpreender o cliente com uma completa oferta de lazer para todas as idades e uma gastronomia à altura dos paladares mais exigentes.”