MED_cabo-verde

Cabo Verde é um desses destinos onde a atividade turística ainda se encontra em vias de desenvolvimento. Portanto, o viajante terá sempre a sensação de estar em um lugar inexplorado, em que se mantêm as tradições e onde seus habitantes convivem com o hóspede como se fosse um membro de sua família. No entanto, isso não significa que a gente tenha tempo para se entediar. Ao contrário, existe uma grande quantidade de atividades para fazer, sobretudo, as relacionadas com o mar.

Uma delas é o mergulho. A temperatura da água em Cabo Verde é perfeita para o mergulho: 23° centígrados no verão e 28° no inverno. Conta com pontos de mergulho para todos os níveis, distribuídos nas diferentes escolas que organizam cursos e passeios, que permitirão ao viajante contemplar um dos fundos marinhos mais espectaculares do mundo. A Ilha do Sal tem também um dos pontos de visita obrigatória: o Olho Azul, um impressionante buraco de doze metros de profundidade em que, ao meio-dia, o sol cria reflexos sobre suas águas proporcionando-lhes uma intensa cor azul.

Outra das atividades são os esportes feitos com prancha. O surfe, o windsurfe e o kitesurfe converteram alguns dos destinos em pontos de referência para as comunidades de surfistas de todo o mundo, sobretudo no inverno, quando o vento sopra com mais força. Seus habitantes, cientes disso, montaram centros de aluguel e escolas para todos os níveis e em todas as ilhas.

A incrível fauna marinha dessas ilhas também oferecem, além da possibilidade de poder nadar entre seus espécimes, algumas atividades. A pesca esportiva tornou-se, por exemplo, uma de suas principais atrações, com diversos centros que organizam passeios para a captura do marlim, do atum e de outras espécies. Outra possibilidade é o avistamento de tartarugas na ilha de Boavista. As tartarugas Caretta caretta são uma espécie que, nas noites entre os meses de julho e janeiro, escolhe suas praias para desovar suas crias na areia em um autêntico espetáculo natural.

No entanto, não é só o mar que nutre de atividades os visitantes de Cabo Verde. Fazer caminhadas no Parque Natural do Fogo, na Ilha de Fogo, é um prazer para qualquer visitante apaixonado pelo ecoturismo. Não deixe de fazer a trilha que leva até o Pico Pequeno ou até o vulcão Chã das Caldeiras, com um diâmetro de 500 metros sofreu sua última erupção no ano de 1995.

 

Comer e beber: Para sentir Cabo Verde é preciso provar sua comida e sua bebida. A cachupa é uma mistura de milho, carne, feijão, linguiça e verduras. Costuma dizer-se que se pode medir o nível de bem-estar de uma família pelos ingredientes que coloca na sua cachupa. E para beber não deixe de provar o Grogue, uma aguardente de cana-de-açúcar destilada com rum que é servida praticamente em qualquer ocasião.

 

“Os hotéis em Cabo Verde da IBEROSTAR Hotels & Resorts levam o visitante a conhecer os prazeres exóticos mais irresistíveis. A excelente localização do hotel IBEROSTAR Club Boa Vista oferece ao cliente uma oportunidade única para descobrir sua gastronomia, suas festas e sua riqueza cultural.”