BRA_TomJobim

A música brasileira é um vivo reflexo da diversidade cultural do país, com influências indígenas, africanas e europeias. E uma dessas misturas é a que faz internacionalmente popular Antônio Carlos “Tom” Jobim, um dos grandes compositores da história, com a fusão do jazz da costa leste e do cool jazz dos anos cinquenta. Seu Desafinado e, sobretudo, sua Garota de Ipanema, transformaram-se em grandes temas que ficarão para a história.

Jobim nasceu no dia 25 de janeiro de 1927 no Rio de janeiro e começou a sua carreira como arquiteto. Entretanto, ao cumprir vinte anos, o chamado da música se fez tão poderoso que começou a tocar piano em clubes noturnos e a trabalhar em estúdios de gravação. Em 1954, gravou seu primeiro disco como líder de Tom e a sua banda mas o sucesso lhe chegou com a música de uma obra teatral chamada Orfeu da Conceição, mais tarde transformada no filme Orfeu Negro, dirigida por Marcel Camus e ganhadora da Palma de Ouro no festival de Cannes, do Óscar e do Globo de Ouro como melhor filme estrangeiro. Quatro anos mais tarde, produziu o disco de João Gilberto, que interpretava várias canções de Jobim, que também foi o responsável pelos arranjos. Nascia a bossa nova.

Apesar de seu sucesso nacional, somente em 1962 começou a ter sucesso fora do Brasil. O trompetista Stan Getz conseguiu um surpreendente sucesso com Desafinado, um tema de Jobim que lhe serviu para que, um ano depois, fosse convidado a participar de um espetáculo no Carnegie Hall. Foi ali onde apresentou ao vivo Garota de Ipanema (The girl from Ipanema), o que seria o maior sucesso de toda a sua carreira. Inclusive Frank Sinatra a gravou junto ao próprio Jobim. A influência da bossa nova foi tal que um grande número de músicos de jazz da época se aproximaram dela e gravaram diversos álbuns baseando-se neste ritmo.

Tom Jobim sempre foi mais amigo dos estúdios de gravação que das turnês. De fato, sua discografia é muito mais vasta que seus shows. Fez vários discos como pianista, violonista e cantor para Verve, Warner Bros, Discovery, A&M, CTI e MCA durante os anos sessenta e setenta. Entretanto, quando no final dos setenta se esgota o sucesso da música brasileira nos Estados Unidos, o músico carioca se concentrou no cinema e na televisão local. No final de sua vida, voltou aos cenários com um grupo no qual estava a sua segunda mulher, Ana Lontra, seu filho Paulo, sua filha Elisabeth e vários músicos amigos.

Antônio Carlos Jobim foi um excelente compositor, um pianista simples e melódico, com uma inventividade surpreendente, um violonista de acompanhamento com ritmos sincopados e um cantor de voz levemente rouca, que sublinhava perfeitamente os aspectos mais emocionais de suas letras. Sua morte, no dia 8 de dezembro de 1994 em Nova Iorque, deixou uma lacuna difícil de ser preenchida em uma época em que a música tem, muitas vezes, demasiados filtros.

Não deixe de: Sentar-se na praia de Ipanema ao entardecer enquanto, seguindo os acordes e o suave balanço do violão de Jobim, contempla que a Garota mencionada na canção ainda existe e passa por ali…

 

“O Brasil esconde uma infinidade de tesouros naturais e culturais preparados para serem descobertos. Os hotéis IBEROSTAR Hotels & Resorts no Brasil oferecem o maior conforto e os serviços mais completos para que famílias inteiras aproveitem ao máximo a sua estadia no Brasil.”