É possível falar de sabor e cor nas sobremesas e não pensar nos morangos? Esta pequena fruta vermelha, que explode em doçura e vitamina C ao ser mordida, tem em Huelva um dos maiores produtores da Europa. Não em vão, 85% do que se colhe na província viaja para além das fronteiras espanholas para deleite, sobretudo, dos paladares alemães e franceses. A razão é simples: um microclima natural que tem uma média de 248 horas de sol durante os meses de primavera, uma oscilação mínima entre as temperaturas diurnas e noturnas, e uns terrenos férteis e com boa saúde.

Destaque-se que o morango de Huelva não nasceu em seus campos, mas chegou procedente da Califórnia, importadas pelo empresário Antonio Medina que, lá pelos anos 60, já era um visionário da agricultura e pensou que seria uma boa ideia trazer esta fruta vermelha e saborosa às terras de Huelva. E daí às 280.000 toneladas na temporada de 2012 foi necessário muito trabalho, muitas horas de colheita tradicional e muito carinho à hora de tratar uma das frutas mais apreciadas tanto por sua imagem, como por seu sabor ou por seu valor alimentício e possibilidades culinárias.

Durante a temporada do morango, que vai de janeiro a maio, embora se concentre desde meados de março até meados de abril, os campos inundam a província com as linhas brancas das estufas e promovem uma infinidade de paixões gastronômicas que convivem entre as mais tradicionais geleias, bolos, com açúcar, chantilly ou sorvete, até as mais atrevidas explosões de sabores doces e amargos que o bom gourmet possa imaginar. Mas, também, durante esses meses, o campo de Huelva se transforma em um dos destinos mais apreciados para os trabalhadores temporários marroquinos, ucranianos ou senegaleses que chegam contratados diretamente através do Serviço Andaluz de Emprego. Embora a crise esteja provocando que sejam muitos os que se aventurem a viajar sem contrato e tenham que viver nas condições mais precárias à espera de uma oportunidade.

A primavera é sempre uma época de despertar, de desapegar-se do frio do corpo, de voltar a sonhar ao sol, de deixar que os raios que chegarão a queimar se aproximem entre as nuvens e presenteiem um pedacinho de vida. E se ao bom clima se adiciona a gastronomia elaborada com esta saborosa fruta, viajar a Huelva nesta época é um dos maiores prazeres visuais e gastronômicos que alguém pode chegar a ter.

 

IBEROSTAR Hotels & Resorts congz com 2 resorts Tudo Incluído em Huelva, ambos em Isla Canela, a 50 km de Huelva capital: o hotel IBEROSTAR Isla Canela e o hotel IBEROSTAR Isla Canela Park. São complexos perfeitos para umas férias em casal ou para férias com crianças em Huelva, com uma variada oferta de relax e entretenimento.