As águas que rodeiam Maiorca são o refúgio de inúmeras espécies de flora e fauna marinha, nelas encontramos uma grande variedade de peixes, cores e um ecossistema único que vocês não podem perder, além de restos arqueológicos.

O inverno é a época ideal para praticar este esporte, pois suas águas ficam mais claras e há uma menor concentração de turistas. A temperatura da água no inverno oscila entre 12º e 14º e há muitíssimos clubes de mergulho, distribuídos por toda a ilha, onde é possível fazer cursos de mergulho. Os clubes fornecem todo o material necessário para praticar este esporte.

Os lugares mais recomendados para o mergulho em Maiorca são os parques naturais. Destaca-se, em relação aos demais, o Parque Nacional Marítimo Terrestre de Cabrera. Possui um grande valor natural, pois em virtude de seu isolamento ao longo da história chegou até os dias de hoje praticamente inalterado: a paisagem litoral de Cabrera pode ser considerada uma das mais bem conservadas das costas espanholas e uma das melhores de todo o Mediterrâneo. Também abriga importantes colônias de aves marinhas e espécies endêmicas. Mas, sem dúvida, a parte submarina é a que merece maior destaque

Em Maiorca também se destacam as reservas de El Toro, as Malgrats e a ilha da Dragonera. A riqueza natural de El Toro é composta por fauna mediterrânea em todo o seu esplendor: moréias, meros, polvos, escorpionídeos, peixe-gato da vigia, douradas, barracudas, nudibrânquios e centenas de outras espécies que surpreendem pela enorme quantidade de vida existente.

Criada no ano de 2004 a Reserva Marinha de Malgrats sofreu um enorme incremento de vida em seus arredores. Cinco pontos de imersão são os habituais para o mergulho. Conta com uma regulamentação rigorosa quanto à pesca, totalmente proibida de maio a outubro e o resto do ano extremamente restrita, sendo um paraíso para os mergulhadores devido à sua grande riqueza.

Ao Sudoeste de Maiorca, na continuação da Serra de Tramuntana, há uma ilha denominada Dragonera que em 1995 foi declarada Parque Natural. As águas cristalinas e o isolamento de sua situação geográfica tornam este lugar um dos pontos de mergulho mais atrativos. As imensas falésias com suas paredes verticais possibilitam, da superfície a 50 metros, o avistamento de grandes pelágicos. As covas com espaços interiores são apenas alguns dos lugares únicos que podem ser encontrados nesta ilha.

Maiorca é, sem dúvida nenhuma, um paraíso para os amantes do mergulho.