A beleza de uma cidade clássica como Budapeste é inegável, por isso não são poucos os diretores de cinema que a escolheram para ser o cenário de seus filmes, seja por méritos próprios ou por sua semelhança com outras cidades igualmente belas. Por isso, cidades como esta também são um presente para os criadores de videoclipes, que devem concentrar uma história musical em apenas três ou quatro minutos e precisam causar impacto visualmente desde os primeiros acordes. Portanto, as tomadas aéreas de edifícios clássicos ou os belos planos noturnos são bastante convenientes, pois a iluminação das ruas e dos pontos de interesse turístico distinguem ainda mais a beleza de um determinado lugar.

No caso de Budapeste, podemos desfrutá-la em um dos sucessos do pop mais recente, a música Fireworks de Katy Perry, que mostra dois dos edifícios mais emblemáticos da cidade: o Castelo de Buda e a Ponte das Cadeias, representação da clássica cidade européia, atravessada por um rio, com um incrível palácio e todo o encanto clássico de uma antiga cidade do Leste.

Apesar de seu nome, o Castelo de Buda não tem nenhuma relação com a divindade oriental, mas sim com o nome original da cidade onde estava assentado, nome do qual provém o atual Budapeste. Antigo palácio real, do século XIV, e que é hoje em dia um dos tesouros melhor conservados da cidade, tendo sido declarado Patrimônio da Humanidade. E precisamente da necessidade de união entre as antigas cidades de Buda e Peste temos o símbolo da cidade, que encontraremos em todos os cartões postais e souvenirs e que certamente encherá nosso cartão fotográfico com sua fotogenia: essa Ponte das Cadeias que foi a primeira a cruzar o Danúbio na Hungria, favorecendo as comunicações entre duas cidades importantes que até aquele momento estavam limitadas a uma antiga barca.

Se para completar a experiência Fireworks você desejar estar ali em um dia especial, aproveite para fazê-lo na noite de 20 de Agosto, dia em que se comemora, todos os anos, a festa de fundação do Estado, com os imprescindíveis fogos artificiais que inundam o céu.